TLSA

A CSN e o Governo Federal estão construindo a ferrovia Transnordestina, a maior obra linear em execução no Brasil. Com 1.753 km de extensão em linha principal, a ferrovia de classe mundial passa por 81 municípios, partindo de Eliseu Martins, no Piauí, em direção aos portos do Pecém, no Ceará, e Suape, em Pernambuco. O projeto realiza o antigo sonho de integração nacional, além de incentivar a produção local e promover novos negócios.

A obra é feita com recursos da CSN, Valec, Finor, BNDES, BNB e Sudene. A ferrovia terá capacidade para transportar 30 milhões de toneladas por ano, com destaque para granéis sólidos (minério e grãos).

Ao promover a integração, a Transnordestina se consolida como um elo fundamental para dinamizar a economia do Nordeste e aproximar o Brasil dos principais mercados mundiais.

Segurança na ferrovia


A construção da ferrovia Transnordestina é uma obra de grande porte que exige muita atenção dos moradores para garantir a sua segurança e de sua família. O trem já circula levando as matérias-primas para a construção da linha férrea.

Por isso é preciso seguir algumas orientações:

  • Pare, olhe e escute antes de atravessar a passagem de nível
  • Respeite a sinalização da ferrovia
  • Não ande e não pare nos trilhos
  • Não circule com moto e bicicleta entre os trilhos
  • Nunca pegue carona nos vagões
  • Não atire objetos no trem
  • Nunca pegue carona nos vagões

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, deixar de parar o veículo antes de cruzar linha férrea é infração gravíssima, sujeita à multa e perda de até sete pontos na carteira de motorista.

O trem leva 1 km para parar totalmente após acionar os freios

Devido às suas proporções e velocidade, a prioridade é sempre do trem

Programas sociais e ambientais

A ferrovia Transnordestina atravessa uma das regiões mais culturalmente ricas e desafiadoras do Brasil: o Sertão Nordestino. Em seu caminho, o empreendimento passa por propriedades, assentamentos rurais e por comunidades tradicionais. A Transnordestina busca levar desenvolvimento para o Nordeste brasileiro gerando o menor impacto possível na vida das pessoas e comunidades, além do meio ambiente.

Para isso, a TLSA desenvolve programas de prevenção, controle e gestão das interferências das obras nas propriedades ao redor da ferrovia e dos impactos socioeconômicos provocados por essas interferências no modo de vida das famílias e comunidades.

Programas ambientais


Programa de Gestão Ambiental (PGA)

O PGA tem o objetivo de gerenciar/ acompanhar o desenvolvimento de todos os programas ambientais com estrita observância à legislação aplicável às obras da Ferrovia Transnordestina, bem como monitorar a realização das condições estabelecidas para a obtenção das licenças subsequentes junto aos órgãos de fiscalização e controle ambiental.

Programa Ambiental para a Construção (PAC)

O Programa Ambiental de Construção tem como objetivo conduzir a construção do empreendimento ferroviário com procedimentos adequados sob o ponto de vista ambiental, controlando efetivamente os potenciais impactos ambientais decorrentes das obras.

Subprograma de Destinação Adequada de Resíduos Sólidos

O Subprograma de Destinação Adequada de Resíduos Sólidos busca minimizar os impactos ambientais negativos relacionados à gestão de resíduos sólidos a serem produzidos durante e etapa de implantação da Ferrovia Transnordestina, assegurando assim, a conformidade com os requisitos legais e normas técnicas aplicáveis.

Subprograma de Destinação Adequada dos Efluentes

Tem como objetivo a minimização de impactos ambientais negativos relacionados à geração, coleta, transporte e tratamento dos efluentes líquidos, a serem produzidos durante e etapa de implantação da Ferrovia Transnordestina, assegurando assim, a conformidade com os requisitos legais e normas técnicas aplicáveis.

Subprograma de Monitoramento e Controle de Processos Erosivos e Assoreamentos

O Subprograma de Monitoramento e Controle de Processos Erosivos e Assoreamentos busca prevenir, monitorar e controlar processos erosivos localizados na Área Diretamente Afetada (ADA) da Ferrovia da Transnordestina em sua fase de implantação.

Programa de Monitoramento da Qualidade da Água e Limnologia

O Programa de Monitoramento da Qualidade da Água e Limnologia visa acompanhar a evolução dos cursos d‘água na área de influência da ferrovia, o que permiti a tomada de ações estratégicas preventivas e corretivas visando à preservação do sistema aquático em estudo.

Programa de Recuperação de Áreas Degradadas (PRAD)

O PRAD estabelece diretrizes para a avaliação, monitoramento, reabilitação ambiental e estabilidade dos processos ecodinâmicos nas áreas de intervenção direta do projeto.

Programa de Controle de Supressão Vegetal (PCSV)

O objetivo geral deste programa define-se pela orientação da supressão de vegetação, visando minimizar os impactos ambientais à fauna e flora locais proveniente das etapas de desmatamento e limpeza da área para implantação do empreendimento.

Subprograma de Resgate de Germoplasma, Epífitas e Espécies Ameaçadas

Define-se como objetivo geral deste subprograma a promoção da coleta de sementes, espécies vegetais e material genético oriundos da área afetada para posterior reaproveitamento na recuperação das áreas degradadas, plantio compensatório e recuperação de APPs.

Programa de Recomposição de Áreas de Preservação Permanente (APPs) e de Plantio Compensatório

O programa tem o objetivo estabelecer diretrizes para revegetação e manejo de Áreas de Preservação Permanente (APPs) e diretrizes para o Plantio Compensatório nos diferentes Biomas percorridos, assegurando assim, a conformidade com os requisitos legais.

Programa de Monitoramento de Fauna

O Programa de Monitoramento de Fauna busca estabelecer e sistematizar a ecossistêmica das áreas alvos de estudo, identificando e avaliando - qualitativa e quantitativamente - o status das comunidades da fauna silvestre, bem como sua dinâmica ecológica.

Programa de Implantação de Passagens de Fauna

O programa tem o objetivo minimizar o efeito de barreira física, possibilitando a capilaridade e o fluxo tanto da fauna silvestre quanto dos animais domésticos e/ou de criação.

Programa de Manejo de Fauna durante a Supressão de Vegetação

O objetivo do Programa é estabelecer ações mitigadoras dos impactos sobre a fauna através de procedimentos e metodologias de manejo a serem aplicadas durante atividades de supressão vegetal.

Programa de Educação Ambiental (PEA)

O PEA tem o objetivo de sensibilizar os lindeiros e os colaboradores da obra em relação aos aspectos ambientais decorrentes da implantação do empreendimento, a partir da difusão de tecnologias de convivência com o semiárido.

Estudo de Impacto Ambiental (EIA)

Trecho: Salgueiro/PE - Porto de Suape/PE (Lotes 8 e 9)

Relatório de Impacto Ambiental (RIMA)

Trecho: Salgueiro/PE - Porto de Suape/PE (Lotes 8 e 9)

Programas sociais


Programa de Diagnóstico, Resgate e Monitoramento Arqueológico

Tem o objetivo contribuir para o incremento de informações a respeito do processo de ocupação humana nas regiões interceptadas pelo empreendimento promovendo a integração do conhecimento gerado a partir da arqueologia e demais segmentos do patrimônio cultural em suas dimensões material e imaterial, assim, promovendo a preservação do Patrimônio Cultural evidenciado ao longo do traçado da via férrea.

Subprograma de Segurança e Alerta e Adequação do Sistema Viário

Este subprograma tem por objetivo geral evitar ou atenuar eventuais interferências das alterações de infraestrutura e de operação do sistema viário decorrentes do empreendimento.

Subprograma de Capacitação de Trabalhadores nas medidas do PAC

Tem o objetivo capacitar a mão-de-obra vinculada às obras de implantação da Ferrovia Transnordestina, assim, preparando os trabalhadores para execução das atividades relacionadas à construção civil e enfatizando a disseminação de técnicas de segurança no trabalho.

Subprograma de Educação Patrimonial

Tem o objetivo promover a difusão das informações das pesquisas arqueológicas ao longo do empreendimento, possibilitando ao indivíduo fazer uma leitura do mundo que o rodeia, levando-o à compreensão do universo sócio-cultural e da trajetória histórico-temporal em que está inserido nas comunidades da ADA.

Programa de Comunicação Social (PCS)

O Programa estabelece relacionamento e diálogo contínuo atendendo preventiva e reativamente as demandas por informações, conhecimentos, ações e respostas da população em geral, com especial atenção às famílias, comunidades e instituições lindeiras na ADA da Ferrovia.

Programa de Negociação, Desapropriação e Apoio às Famílias Atingidas (PNDAFA)

O objetivo do PNDAFA é promover a interface entre os órgãos responsáveis pelos processos de desapropriação e o expropriado visando à resolução de pendências jurídicas, impasses e inconformidades.

Programa de Verificação de Interferência e Apoio às Populações Tradicionais (PVIAPT)

Este programa tem como objetivo geral contribuir para prevenir, controlar, mitigar e compensar os impactos ambientais, sociais e econômicos causados por atividades diretamente relacionadas ao empreendimento em comunidades de populações tradicionais em suas ADA e ADI - cumprindo, assim, com as obrigações legais do empreendedor, de acordo com diretrizes e normas constitucionais e da legislação vigente.

Programa de Ordenamento Territorial (POT)

O POT destina-se a orientar e especificar ações com o intuito de minimizar e mitigar os impactos socioambientais advindos da ocupação territorial da implantação do empreendimento. Suas estratégias devem convergir para a manutenção da integridade territorial das localidades e municípios atravessados pela ferrovia, prezando-se, também, pela correta ocupação do solo, ordenamento dos territórios interferidos e segurança na operação.

Programa de Controle de Saúde Pública (PCSP)

O objetivo geral do Programa de Controle de Saúde Pública é contribuir para reduzir riscos à saúde coletiva e prevenir a disseminação e/ou proliferação de doenças endêmicas na região, inerentes aos possíveis impactos provocados pelas atividades do empreendimento

Última Atualização em 10 de Maio de 2017

Voltar Topo